TAM informa que operação está normalizada nesta 3a-feira

A maior companhia aérea do país informou, ainda, que a partir de quarta-feira, colocará em prática um plano de contingência

São Paulo – A TAM informou que sua operação está normalizada nesta terça-feira, após dois dias de atrasos e cancelamentos de voos acima da média que levaram à suspensão de vendas de passagens para embarque até sexta-feira desta semana no mercado doméstico.

“Informamos que retomamos ao longo do dia de ontem os nossos níveis habituais de pontualidade e regularidade e operamos normalmente nesta terça-feira”, informou a TAM em comunicado.

Na segunda-feira, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) anunciou a proibição de venda de bilhetes aéreos pela TAM para todas as viagens dentro do Brasil com decolagem prevista até 3 de dezembro.

No último domingo, a TAM cancelou 12,8 por cento de seus 870 voos previstos e enfrentou atrasos em 24,6 por cento deles. Até parte da segunda-feira, os atrasos da TAM ainda superavam 20 por cento dos voos previstos, e os cancelados representavam mais de 10 por cento do total programado.

Nesta terça-feira, segundo dados da Infraero, estatal que administra os aeroportos, de 500 voos da TAM no país programados até 15h, 6 por cento estavam atrasados e 4 por cento haviam sido cancelados. Ambos os percentuais situavam-se abaixo da média do mercado.

A maior companhia aérea do país informou, ainda, que a partir de quarta-feira e até 31 de janeiro colocará em prática um plano de contingência para evitar problemas em sua malha aérea na temporada de festas de fim de ano e férias.

“Entre as ações previstas e já apresentadas à Anac estão aeronaves extras, reforço nas equipes de tripulação e de atendimento nos aeroportos”, segundo a TAM.

Os atrasos e os cancelamentos acima da média nos últimos dois dias foram atribuídos pela TAM a remanejamentos em sua malha aérea, por fortes chuvas que atingiram a região Sudeste entre a noite de quinta-feira e a madrugada de sexta-feira passadas, interrompendo as operações nos aeroportos de Congonhas, Guarulhos e Viracopos (SP) e Santos Dumont e Galeão (RJ).

Apesar da normalização dos voos, as ações da TAM mantinham nesta sessão a trajetória de queda da véspera. Às 15h35, os papéis da empresa aérea recuavam 1,85 por cento, para 40,83 reais, enquanto o Ibovespa mostrava alta de 0,49 por cento.