SulAmérica vende SASG para Axa Corporate por R$ 135 milhões

Conforme antecipado pelo blog Primeiro Lugar, foi comunicada a compra da carteira de seguros de grandes riscos da SulAmérica

São Paulo – A SulAmérica S.A., em conjunto com suas controladas Saepar Serviços e Participações S.A. e Sul América Companhia Nacional de Seguros (Salic), informa que fechou a venda de 100% das ações representativas do capital social da Sul América Companhia de Seguros Gerais (SASG) por R$ 135 milhões para a Axa Corporate Solutions Brasil e América Latina Resseguros S.A.

A SASG é sociedade seguradora que atualmente opera exclusivamente no ramo de seguro DPVAT e, concluída reorganização societária a ser submetida à aprovação da Superintendência de Seguros Privados (Susep), reunirá, também, a carteira de grandes riscos do segmento de ramos elementares do conglomerado SulAmérica (Carteira e Operação).

A carteira será composta por apólices que oferecem cobertura nos ramos de incêndio, transportes, responsabilidade civil, riscos nomeados, riscos operacionais, riscos de engenharia, riscos diversos e cascos.

Em conjunto, essa carteira gerou receita de prêmios de R$ 220,5 milhões em 2014.

O patrimônio líquido estimado para a SASG ao final da mencionada reorganização será de aproximadamente R$ 75 milhões.

O valor global acordado entre as partes para a operação, de R$ 135 milhões, está sujeito a ajustes conforme a variação patrimonial da Carteira e da SASG até a data de fechamento da operação.

No contexto da Operação, SulAmérica e Axa Corporate Solutions firmaram os princípios de acordo de cooperação comercial que visa ampliar a colaboração recíproca já existente na distribuição de produtos que complementem seus respectivos portfólios, em especial os ramos compreendidos pela Carteira objeto da transação.

Adicionalmente, a SulAmérica prestará para a Axa determinados serviços pertinentes à operação da Carteira, inicialmente por prazo de 12 meses, podendo ser estendido por decisão da Axa.

Segundo a SulAmérica, a operação está alinhada com os objetivos estratégicos da companhia e os recursos líquidos que vierem a ser obtidos quando de seu fechamento contribuirão para suportar o crescimento orgânico da companhia nos demais segmentos em que atua.

A empresa informa ainda que o fechamento da operação está condicionado ao cumprimento de determinadas condições precedentes previstas no Contrato de Compra e Venda de Ações e à aprovação prévia dos órgãos reguladores competentes.

Texto atualizado às 8h11