Stephen Curry, o vendedor de calçados

Não é só nas quadras que o jogador de basquete Stephen Curry bate recordes. Dono do maior número de cestas de três pontos em uma temporada da NBA, o armador do Golden State Warriors é o responsável direto pelo aumento de 64% nas vendas da divisão de calçados da marca de material esportivo Under Armour, representando um faturamento de 264 milhões de dólares no primeiro trimestre deste ano. Só na China, os tênis de Curry fizeram a divisão de calçados ser responsável por um terço do faturamento da empresa, quando no resto do mundo a média está em 20%.

Famosa por roupas de performance e de academia, a Under Armour usa a imagem de Curry para ganhar terreno num setor dominado por concorrentes muito maiores, como Nike e Adidas. Segundo o Banco Morgan Stanley, Curry terminará o ano de 2016 como o jogador de basquete que mais vende tênis. Ele só perderá para o ex-atleta Michael Jordan, cuja linha Air Jordan, produzida pela Nike, saiu das quadras e ganhou as ruas.

Para conseguir o mesmo feito da Nike com Jordan, a Under Armour planeja novas versões para o Curry Two, atualmente com 23 combinações de cores. No dia 1o de julho será lançado o Curry 2.5, e até o final do ano chegará o Curry Three. Nada mais apropriado para um especialista em bolas de 3 pontos. Mas há um problema: nesta quarta-feira, o Warriors entra em quadra para um jogo decisivo contra o Houston Rockets sem Curry, machucado por duas semanas. Perdem os fãs do esporte, perde o time e perde a Under Armour.