Steinbruch se licencia da Fiesp e é cotado para vice de Ciro

O presidente da entidade, Paulo Skaf, também se licenciou e disputará o cargo de governador de São Paulo pelo MDB.

São Paulo – O dono da CSN (Companhia Siderúrgica Nacional),  Benjamin Steinbruch, comunicou ontem à Fiesp o seu afastamento temporário do cargo de vice-presidente da entidade.

Com isso, o empresário cumpre a regra legal que exige a desincompatibilização de funções para disputar a eleição de 2018. O empresário se filiou recentemente ao Partido Progressista (PP).

Steinbruch é cotado para ser candidato a vice-presidente na chapa de Ciro Gomes (PDT), segundo o jornal Folha de S.Paulo. O nome do empresário ajudaria a chapa a ganhar mais confiança do mercado.

O presidente da entidade Paulo Skaf também deixou o cargo ontem, para concorrer ao governo de São Paulo.

Josué Gomes, que também era vice-presidente da entidade, foi outro que se licenciou. Dono da Coteminas, ele é cotado como possível candidato à presidência pelo PR, segundo o Estado de S.Paulo.