S&P reafirma rating BBB- da BRF e muda perspectiva para negativa

De acordo com a S&P, a companhia foi incapaz de melhorar seu desempenho operacional no segundo semestre de 2017

São Paulo – A agência de classificação de risco S&P Global reafirmou o rating em escala global da BRF em BBB- e alterou a perspectiva de estável para negativa nesta sexta-feira.

De acordo com a S&P, a companhia foi incapaz de melhorar seu desempenho operacional no segundo semestre de 2017, o que a impediu de reduzir a dívida e levantou preocupações com a capacidade da BRF de controlar a volatilidade ao longo dos ciclos de negócios.

“A perspectiva negativa reflete um potencial rebaixamento de rating nos próximos 6 a 12 meses, caso a companhia não consiga recuperar consistentemente seu lucro e gerar fluxo de caixa operacional livre para reduzir a dívida”, apontou a S&P em relatório.

Ontem, a companhia reportou o pior prejuízo da sua história, com um resultado negativo de R$ 1,099 bilhão no acumulado de 2017.

A BRF atribuiu o resultado ao “lançamento de diversas provisões operacionais excepcionais”. Em março do ano passado, a empresa se viu no centro da Operação Carne Fraca, que investiga a adulteração de proteína comercializada pela BRF e pela JBS e causou impacto na indústria alimentícia.