S&P reafirma rating BB- da Petrobras e perspectiva segue estável

Segundo a agência, petroleira manteve desempenho consistente, o que permitiu redução da dívida e melhora no crédito

São Paulo – A S&P reafirmou nesta quinta-feira, 21, o rating BB- da Petrobras, mantendo a perspectiva estável. Segundo a agência, a petroleira tem mantido um desempenho operacional consistente, impulsionado por produção crescente, gerenciamento de portfólio sólido e padrões eficazes de governança, o que permitiu a redução da dívida e melhoria em suas métricas de crédito.

A S&P projeta que a relação entre dívida e Ebitda ajustado da Petrobras deve ser de cerca de 3,0x a 3,5x, com fundos de operações (FFO, na sigla em inglês) para dívida em cerca de 20% ao longo dos próximos dois anos. Na opinião da agência, as métricas devem dar à empresa algum colchão para lidar com potencial volatilidade nos preços das commodities ou eventual custo contingente que possa surgir.

A perspectiva estável incorpora o fato de que o rating soberano do Brasil limita os ratings da Petrobras, segundo a S&P. “Nós também concluímos que a gerência manterá compromisso com sua meta primária de redução da dívida, o que apoia o rating”, comenta a agência em sua nota.