Sony não renovará patrocínio com a Fifa, afirma imprensa

A empresa, obrigada a cortar gastos, não renovará contrato de patrocínio com a Fifa, segundo a imprensa japonesa

Tóquio – A gigante japonesa Sony, obrigada a cortar gastos, não renovará o contrato de patrocínio com a Fifa, inforna a imprensa nipônica.

“A Sony vai deixar de patrocinar a Copa do Mundo“, afirma o jornal econômico Nikkei, notícia que também foi divulgada pelo canal público NHK.

Este seria o segundo grande patrocinador perdido pela Fifa em menos de um mês. No dia 4 de novembro, a companhia aérea Emirates anunciou o fim da associação com a entidade que comanda o futebol mundial ao fim de 2014.

A Sony, que também ajudou a promover o esporte com videogames, tem contrato de oito anos, que expira em 2014, para financiar várias competições organizadas pela Fifa.

Mas ao fim do contrato, no qual investiu 280 milhões de dólares, a empresa, em pleno processo de reestruturação, teria decidido por não renovar o acordo.

A empresa não comentou as informações.

A Fifa escolhe os patrocinadores em seis grandes categorias que englobam diversos setores econômicos. A vaga aberta na área eletrônica pela Sony pode acabar com uma de suas principais rivais, a sul-coreana Samsung Electronics.

A Sony, abalada por um déficit, se viu forçada a reduzir gastos, motivo que levou a empresa, pela primeira vez, a não distribuir dividendos entre os acionistas.