Sony lança canal feminino via web

A Sony identificou a alta demanda da plateia feminina e lançou o Kalixta, que poderá ser acessado a partir de 16 de setembro

São Paulo – Além de programa feminino, site feminino, canal feminino, agora teremos uma plataforma de vídeo por demanda feita e pensada especificamente para mulheres. Não que homens não possam entrar. O acesso é gratuito e estará valendo pelo endereço http://www.kalixta.com.br a partir do dia 16 de setembro, com selo da Sony.

Depois do Crackle, plataforma lançada como um menu, digamos, para todos, há um ano, a Sony identificou a alta demanda de uma plateia cor-de-rosa com anseios voltados apenas para o seu umbigo e, cereja do bolo, obsessiva por internet.

Assim nascerá a Kalixta, nome escolhido pela origem na palavra grega Calista – “a mais bela”, uma caçadora mitológica amada por Zeus. O espaço é anunciado pela Sony como “uma rede multiplataforma idealizada para entreter, celebrar e valorizar a mulher moderna e conectada”, com ícones relacionados às redes sociais e conteúdo editorial de interesse feminino.

Uma vantagem em relação ao Netflix, maior menu de conteúdo audiovisual por demanda via streaming, é que não se paga nada – ou não diretamente: a conta é bancada por anunciantes que estarão na home do novo endereço. No Brasil, as cotas foram vendidas para marcas Pantene, Koleston e Soft Color, da P&G.

A lista de filmes contém títulos como Amélie (O Fabuloso Destino de Amélie Poulain), P.S. I Love You (P.S. Eu te Amo), Legally Blonde I & II (Legalmente Loira 1 e 2), Emma, Dirty Dancing (Dirty Dancing – Ritmo Quente), Marie Antoinette (Maria Antonieta), Ella Enchanted (Uma Garota Encantada), Rent (Rent: Os Boêmios), Love and Other Impossible Pursuits (As Coisas Impossíveis do Amor), Enough (Nunca Mais).

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.