Société Générale anuncia a compra do Banco Cacique

Forte atuação do Cacique no crédito consignado é um dos pontos destacados pela instituição francesa

Conforme antecipado por EXAME neste domingo (25/2), o banco francês Société Générale fechou a compra do Banco Cacique, um dos líderes brasileiros no mercado de crédito consignado. De acordo com nota à imprensa divulgada pelos franceses, o contrato ainda precisa ser aprovado pelo Banco Central do Brasil. A intenção do Société Générale é adquirir 100% do capital da instituição brasileira. O Société não divulgou o valor do negócio, mas, segundo apurou EXAME, a cifra deve alcançar 1 bilhão de reais.

“Estamos muito felizes pela aquisição, que nos permite capitalizar a experiência do Banco Cacique, um dos maiores agentes de crédito ao consumidor do Brasil”, afirmou, na nota, Jean-François Gautier, chefe da divisão de Serviços Financeiros Especializados do Société.

Segundo o banco francês, o Cacique alcançou 800 milhões de dólares em novas operações de crédito no ano passado. Os créditos a receber somam 350 milhões de dólares. A nota do Société informa que aproximadamente metade desses 350 milhões de dólares provém do crédito consignado, seja em folha de pagamento ou benefícios da previdência social, “o mais dinâmico segmento do mercado de crédito ao consumidor do Brasil, e com baixo risco”, afirma a nota.

Sediado em São Paulo, o Cacique conta com uma rede de 150 agências e 1.800 prepostos, possui 1.800 empregados e conta com 600.000 clientes ativos. Administra, ainda, 200.000 cartões de crédito. Sua rede deve dobrar nos próximos quatro anos, ao atingir outros estados brasileiros e ampliar a rede nas unidades federativas já atendidas: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.