Sociedade precisa se mobilizar sobre saúde financeira das PMEs, diz Stone 

A companhia lançou uma campanha para incentivar a compra no comércio local afetados pela pandemia de coronavírus 

A Stone, processadora de pagamentos, anunciou que  disponibilizará 100 milhões de reais em microcrédito para as empresas varejistas localizadas em estados que decretaram medidas restritivas de contenção da pandemia de coronavírus (Covid-19). 

A companhia também destinará 30 milhões de reais em incentivos financeiros aos clientes. Entre as iniciativas estão a isenção de mensalidade no mês de maio para todas as máquinas, redução nas taxas de antecipação, entrega de maquininhas adicionais sem custo para operação de delivery e ferramentas para vender online. 

A expectativa da companhia é que as medidas beneficiam cerca de 200 mil clientes em todo o país. 

A Stone também lançou uma campanha de incentivo ao comércio local, denominada de “Compre Local, Cuide do Pequeno Negócio”, que estimula que os consumidores façam compras nos pequenos estabelecimentos do bairro onde moram. Dos clientes da Stone, 80% são empresas de pequeno e médio porte. 

“Criamos uma manifesto para dar importância sobre à saúde da pequena e média empresa. Precisamos mobilizar a sociedade. Queremos incentivar o consumo no pequeno negócio. Essas empresas terão problemas financeiros.”, afirmou Augusto Lins, presidente da Stone, em entrevista a EXAME

Sobre o impacto que a pandemia de coronavírus terá sobre a Stone, Lins afirmou que ainda que é cedo para fazer esse cálculo e que estão tranquilos porque a companhia tem uma base diversificada em todo o país.