Só 11 dos 1.826 bilionários do mundo são negros, diz Forbes

Michael Jordan, Oprah Winfrey e Aliko Dangote são alguns dos nomes entre os mais ricos do mundo, segundo a publicação

São Paulo – Apenas 11 dos 1.826 bilionários do mundo são negros apontou a lista divulgada ontem pela Forbes dos mais ricos do mundo em 2015.

O seleto grupo contou com a estreia este ano de dois nomes – a lenda do basquete americano Michael Jordan e o magnata de energia da Nigéria Femi Otedola.

Só há três mulheres negras em toda a lista: a apresentadora americana Oprah Winfrey, a investidora angolana Isabel dos Santos e a empresária nigeriana de petróleo Folorunsho Alakija.

O bilionário negro com mais dinheiro é o magnata do cimento nigeriano Aliko Dangote, com uma fortuna estimada em 15,7 bilhões de dólares.

Aos 57 anos, Dangote começou a fazer fortuna com o comércio de cimento, açúcar e farinha, mas depois passou a fabricar esses produtos. Hoje sua empresa de cimento vale estimados 15 bilhões de dólares.

Ele ainda está investindo em uma refinaria de petróleo com previsão de capacidade de refino de 400.000 barris por dia e início de operação em 2016.

No Brasil, não há nenhum negro entre os 54 bilionários brasileiros da Forbes de 2015.