Smiles inicia emissão de bilhetes da TAP com milhas

Acordo feito no início do ano entra em operação oferecendo aos clientes Smiles mais de 55 destinos na Europa, além de 15 na África e 17 nas Américas, diz nota

São Paulo – A Smiles anunciou nesta quinta-feira, 4, que seus clientes poderão, a partir de hoje, utilizar suas milhas para emitir passagens da TAP e, em breve, também acumular milhas ao voar com a companhia aérea portuguesa.

Segundo o comunicado, o acordo entre as empresas feito no início do ano entra em operação oferecendo aos clientes Smiles mais de 55 destinos na Europa, além de 15 na África e 17 nas Américas (Brasil, Estados Unidos, Venezuela, Colômbia e Panamá).

“Desde 2013, a companhia vem investindo na ampliação de suas parcerias aéreas, que resultaram no aumento da disponibilidade de assentos para nossos clientes. O reflexo disso é o crescimento de 57% na emissão de passagens internacionais somente no último ano (considerando os nove meses findos em setembro de 2014 em relação aos nove meses findos em setembro de 2013), o que demonstra a preferência do cliente de alta renda que usa suas milhas para voar ao exterior”, informa, na nota, Leonel Andrade, CEO do Smiles.

“Essa parceria é muito importante para nossos clientes porque a TAP opera hoje 81 voos semanais Brasil/Europa, partindo de 12 cidades brasileiras”, acrescenta o executivo.

Ainda de acordo com o comunicado da Smiles, que é a gestora do programa de milhagens da empresa aérea GOL, Portugal é hoje o destino preferido dos brasileiros na Europa e o terceiro país mais visitado pelos brasileiros no mundo, atrás apenas de Estados Unidos e Argentina, segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Entre os destinos operados pela TAP também estão Paris, Londres, Milão e Barcelona.

“O aumento do nosso portfólio de resgates internacionais é uma importante estratégia da empresa. Estamos trabalhando para oferecer cada vez mais opções para que nossos clientes viajem mais e melhor com suas milhas Smiles. Com a TAP , terminaremos o ano com dez parceiras aéreas internacionais”, afirma Andrade.