Skywest confirma pedido firme de 7 jatos E175, diz Embraer

O valor do pedido é estimado em US$ 301 milhões, com base nos preços de lista de 2014

São Paulo – A Embraer informa que a SkyWest confirmou um pedido firme de sete jatos E175.

O valor do pedido firme, que será incluído na carteira de pedidos da Embraer do quarto trimestre de 2014, é estimado em US$ 301 milhões, com base nos preços de lista de 2014.

Em comunicado, a fabricante brasileira afirma que os aviões serão operados pela SkyWest sob um acordo de compra de capacidade (CPA-Capacity Purchase Agreement, em inglês) com a Alaska Airlines.

As entregas estão programadas para começar no segundo semestre de 2015.

Conforme a Embraer, estas aeronaves fazem parte do pedido original da SkyWest, divulgado em maio de 2013, para 100 jatos E175 (sendo 40 firmes e 60 reconfirmáveis) da atual geração de E-Jets – contemplando 100 opções adicionais -, elevando agora o número de pedidos firmes para 47.

Os jatos E175 para a Alaska Airlines serão configurados com 76 assentos, incluindo 12 na primeira classe.

A SkyWest é o maior grupo aéreo regional do mundo e controladora da SkyWest Airlines e da ExpressJet Airlines.

Ambas as empresas têm uma longa história com a Embraer e foram algumas das primeiras clientes da aeronave turboélice EMB 120 Brasilia.

A SkyWest Airlines opera uma frota de 15 E175 e 39 aeronaves EMB 120 Brasilia. A ExpressJet Airlines opera 226 aeronaves da família ERJ 145 e é a maior operadora deste modelo no mundo.

Em um acordo separado com a Embraer, anunciado em junho de 2013, a SkyWest tornou-se o cliente-lançador do E175-E2, com um pedido firme para 100 aeronaves com 100 opções adicionais, com entregas a partir de 2020.

Como líder no segmento de 70 a 130 lugares, Embraer continua a investir na família de E-Jets, que hoje está em operação em cerca de 65 companhias aéreas de 45 países.