Shoppings do Iguatemi valem R$ 2,2 bi, diz consultoria

Projeção de consultoria fica bem acima do valor de mercado de R$ 917 mi do Iguatemi em bolsa

Os ativos da empresa de shoppings Iguatemi – basicamente uma participação de 56,3% em 11 shoppings e duas torres comerciais – valem 2,2 bilhões de reais, segundo cálculos da consultoria de imóveis CB Richard Ellis. No total, 100% de participação nesses imóveis seria equivalente a 4,2 bilhões de reais.

De acordo com o comunicado divulgado pelo Iguatemi, a quantia de 2,2 bilhões de reais não considera os cinco empreendimentos que devem ser construídos pela empresa nos próximos anos, o banco de terrenos, as receitas de taxa de administração e a própria marca Iguatemi.

No final de março, a corretora do Itaú – que trabalha de forma independente do banco – divulgou relatório em que afirma que o Iguatemi é, entre as empresas com baixo valor de mercado (small caps), a mais interessante para investimento.

Para chegar na avaliação de 2,2 bilhões de reais para os ativos do Iguatemi, a consultoria CB Richard Ellis analisou o fluxo de caixa descontado de cada empreendimento durante dez anos. As taxas de acordo com cada estabelecimento e todos seus aspectos de localização e concorrência foram considerados.

Às 12h10, os papéis da Iguatemi subiam 0,64%, para 13,99 reais.