Sevan suspeita de irregularidades em contratos com Petrobras

A norueguesa Sevan Marine informou que encontrou, em investigação independente, indícios de pagamentos indevidos em troca de contratos com a estatal brasileira

A norueguesa Sevan Marine, fornecedora de equipamentos e serviços para a indústria de petróleo, informou nesta sexta-feira que encontrou, por meio de investigação independente, indícios de pagamentos indevidos em troca de contratos com a Petrobras, que teriam sido fechados entre 2005 e 2008.

Para realizar a investigação, o Conselho de Administração da empresa contratou a companhia independente Selmer, que realizou análises e pesquisas de documentos em arquivos disponíveis, bem como entrevistas com pessoas-chave, disse a Sevan em nota.

Em sua conclusão, a Selmer disse que “é mais provável do que não” que tenha havido pagamentos ilegais para a obtenção de contratos com a Petrobras.

O Conselho está avaliando novas ações e as implicações das conclusões contidas na investigação.