Santander reformula pacotes de conta corrente

A mudança ocorre após acordo do Banco Central com os bancos para que tal benefício fosse ofertado em todos os combos de serviços

São Paulo – O Santander reformulou seus pacotes de conta corrente, lançados há dois anos, e vai permitir que a tarifa mensal seja revertida em bônus para celular das operadoras Claro, Oi e Vivo.

A mudança ocorre após acordo do Banco Central com os bancos para que tal benefício fosse ofertado em todos os combos de serviços e não em apenas alguns para efeito de comparabilidade.

Com a mudança, o cliente do Santander poderá escolher entre dois tipos de pacotes de serviços de conta corrente. A básica tem tarifa mensal de R$ 24,90 e é indicada para quem faz menos movimentações.

Já a conta Mais tem custo de R$ 31,90 por mês e é recomendada para clientes que utilizam a conta com maior frequência e fazem uma quantidade maior de saques e transferências.

Além disso, os clientes também podem combinar os pacotes de conta corrente com duas modalidades de cartão de crédito. A diferença aqui, conforme o banco, é a liberdade para escolher a modalidade de sua preferência.

As novas regras são válidas para os clientes que contratarem os pacotes padronizados do Santander e só não se aplicam aos segmentos Van Gogh, para correntistas com renda a partir de R$ 4 mil, e Select, com renda mínima mensal de R$ 10 mil e R$ 30 mil em investimentos.

Antes do Santander, em abril último, o Banco do Brasil lançou um plano similar a um programa de fidelidade, no qual o cliente pode converter automaticamente o valor pago em tarifas – inclusive pacote de serviços – em pontos que podem ser trocados por diversos benefícios, dentre os quais o bônus celular.

Caso essa seja a opção escolhida, o valor do bônus é superior ao valor pago em tarifas.

O Itaú Unibanco também adotou tal iniciativa com um plano de vantagens para os seus clientes, cuja mensalidade e tarifas podem ser convertidos em bônus para o celular dentre outros benefícios e que já está de acordo com as orientações do regulador.

O Bradesco explicou, por meio de sua assessoria de imprensa, que está promovendo estudos para tornar mais atrativas suas cestas de serviços.