Santander e Bonsucesso se unem para criar novo banco

Bonsucesso Consignado terá investimentos iniciais de R$ 600 milhões e deve começar suas operações em dezembro deste ano

São Paulo – Os bancos Santander e Bonsucesso acabam de anunciar um acordo para a criação de uma nova instituição conjunta, o Bonsucesso Consignado.

Como o próprio nome já diz, o novo banco terá foco no crédito consignado, uma operação que o Santander vem priorizando já há algum tempo. Rumores sobre as negociações surgiram nesta semana.

O Bonsucesso Consignado terá um investimento inicial de 600 milhões de reais. O Santander será dono de 60% do novo negócio e o banco Bonsucesso dos restantes 40%.

A operação do novo banco será responsabilidade do Bonsucesso, que transferirá todas as suas carteiras, que somam 1,3 bilhão de reais, para a nova instituição. O banco é a quinta maior instituição financeira de capital privado nesse serviço.

“Com o nome e a liquidez fornecidos pelo Santander, esperamos aumentar esse número para valores mais importantes num ritmo muito rápido”, afirmou Paulo Henrique Guimarães, presidente do Bonsucesso, em coletiva de imprensa.

O Santander continuará a oferecer o serviço de consignado também por conta própria, mas estuda transferir algumas carteiras para o novo parceiro.

O Bonsucesso Consignado também oferecerá o serviço de cartão de crédito consignado, que já existia em seu banco de origem mas é um produto novo entre os grandes bancos privados. Ao todo, são 200 mil clientes e 90 convênios, que resultam em movimentações de 500 milhões de reais em cartão.

O banco Bonsucesso continuará com suas operações de crédito para pequenas e médias empresas, na área internacional, com cartões de crédito pré-pagos e leasing.