Santander confirma Sergio Rial com presidente no Brasil

Rial será o quarto presidente do Santander desde que a instituição espanhola comprou o ABN Amro Real, em outubro de 2007

São Paulo – O Banco Santander Brasil confirmou nesta quarta-feira, 9, em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que a partir de 1 de janeiro de 2016, Sergio Rial, atual presidente do conselho de administração deixará o cargo e assumirá a posição de diretor presidente do Santander, em substituição a Jesús Zabalza que, na qualidade de vice-presidente do conselho, ficará à frente do órgão.

A mudança na presidência do banco foi antecipada na terça-feira, 8, pelo Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado. Essa é a principal grande mudança no quadro de talentos local após Ana Botín assumir a presidência do grupo no lugar de seu pai, Emilio Botín.

Vindo da presidência da Marfrig, Rial chegou à instituição espanhola em março último e, desde então, já se teve a percepção de que ele poderia assumir a presidência do banco no País.

Rial será o quarto presidente do Santander desde que a instituição espanhola comprou o ABN Amro Real, em outubro de 2007. Antes, o banco era comandado por Fabio Barbosa, oriundo do banco Real, hoje no conselho de administração do Itaú Unibanco.

No Brasil, o Santander encerrou junho com mais de R$ 600 bilhões em ativos totais e patrimônio líquido de R$ 56,7 bilhões. O banco soma 2.255 agências, 31.798 clientes e mais de 50 mil colaboradores.

Na nota enviado à CVM, o banco lembra que Jesús Zabalza assumiu a presidência do Santander em 2013 e liderou um processo transformacional que construiu a sólida base do crescimento sustentável do Banco Santander no Brasil.