Salário do CEO do BVA saltou de R$ 50 mil para R$ 1 milhão

Segundo relatório do Banco Central, aumento do salário contrariou situação financeira da instituição

São Paulo – Desde que sofreu intervenção do Banco Central (BC), dois anos atrás, novas histórias têm sido descobertas sobre o BVA. A última foi que o salário de Ivo Lobo, presidente do banco, saltou de 50.000 reais para 1 milhão de reais cinco meses antes da interferência do BC. As informações são do jornal Folha de S. Paulo, desta quarta-feira.

De acordo com a reportagem, o BC considerou controverso o reajuste no salário do executivo diante da situação financeira da instituição. Lodo, no entanto, negou à Folha ter recebido qualquer verba extra durante sua gestão.

Recentemente, o BC havia apurado indícios de crimes de fraudes contábeis, desvio de recursos, gestão temerária e elisão fiscal no banco BVA durante a gestão do presidente da instituição, entre os anos de 2007 e 2012.

O prejuízo total do BVA, na data da intervenção, foi de 1,6 bilhão de reais.