Sadia estuda transporte de carga em trem refrigerado

Está em estágio avançado um estudo para mudar o sistema de transporte de carga da Sadia. Em vez de caminhões, podem entrar em cena vagões de trem frigorificados comuns na Europa, mas inéditos no Brasil.

A análise está sendo feita com a ALL, da GP Investimentos, e abrangeria, inicialmente, o transporte de produtos fabricados em três unidades da Sadia no oeste paranaense para São Paulo num volume aproximado de 30 000 toneladas por mês. A mudança implicaria uma redução de custos que pode chegar a 15%.