Ryanair eleva previsão de lucro após aumento de passageiros

Ryanair elevou sua previsão de lucro pela segunda vez em um mês nesta quinta-feira

Dublin – A Ryanair elevou sua previsão de lucro pela segunda vez em um mês nesta quinta-feira, após os números de passageiros saltarem 22 por cento em novembro, alta que a empresa atribuiu parcialmente a melhoras feitas em seu criticado serviço ao consumidor.

Desde uma promessa no ano passado do presidente-executivo Michael O’Leary de parar “de irritar as pessoas sem necessidade”, a Ryanair reduziu cobranças como as relacionadas a excesso de bagagem e ao fato de pessoas não portarem um cartão de embarque, atualizou seu website, triplicou seu orçamento com marketing e lançou tarifas de classe executiva.

A empresa atribuiu a performance melhor que a esperada no início do inverno ao novo foco no serviço ao cliente, uma estratégia forte de reserva antecipada e vantagens substanciais com tarifas e custo unitário sobre as companhias aéreas europeias.

A companhia irlandesa, que no mês passado elevou sua previsão de lucro após impostos para o ano fiscal com fim em março em quase 20 por cento, para de 750 milhões a 770 milhões de euros, disse que agora espera um lucro entre 810 milhões e 830 milhões de euros.

Analistas têm previsto, em média, aumento de 40 por cento no lucro líquido neste ano, para 732 milhões de euros, segundo dados da Thomson Reuters.