Rússia fecha quatro restaurantes do McDonald’s por sujeira

Unidades foram interditadas temporariamente em Moscou - entre elas, a principal da rede no país, localizada na Pushkin Square

São Paulo – Autoridades russas fecharam temporariamente quatro lojas do McDonald’s em Moscou, alegando violações sanitárias.

Por meio de comunicado, o McDonald’s afirmou que a prioridade é acelerar a abertura dos restaurantes fechados, com foco sempre no fornecimento de produtos de qualidade e seguros.

“Vamos fazer tudo o que pudermos para continuar o sucesso de nossa empresa na Rússia”, disse a rede de fast food em nota. 

Entre as unidades interditadas, está o principal restaurante da rede no país, instalado na Pushkin Square. Por isso há quem defenda que a interdição tenha um cunho mais político que de precaução.

Especialistas ouvidos pelo Wall Street Journal afirmaram, no entanto, que o movimento pode  ser uma espécie de retaliação em respostas à posição dos Estados Unidos sobre o conflito entre Rússia e Ucrânia. 

Na Rússia, o McDonald’s tem 435 unidades em operação. A rede de fast food está presente na região desde 1990.