RGE Sul incorpora CPFL Jaguariúna para otimizar estrutura da CPFL

CPFL Jaguariúna era a controladora direta da RGE Sul e seu acervo foi avaliado em mais de 1,6 bilhão de reais

São Paulo – A RGE Sul Distribuidora de Energia, distribuidora gaúcha controlada pela CPFL Energia, anunciou na manhã desta segunda-feira, 18, a incorporação da CPFL Jaguariúna Participações, que com a operação será extinta. Segundo a empresa, a incorporação visa “a adoção de estrutura de governança otimizada e com maior sinergia” na CPFL Energia.

A CPFL Jaguariúna era a controladora direta da RGE Sul e seu acervo foi avaliado no valor contábil de R$ 1.637.368.743,94, com base no seu balanço patrimonial de julho de 2017.

Com a incorporação da controladora pela controlada, a distribuidora gaúcha passou a ser detida direta e exclusivamente pela CPFL Energia e pela CPFL Brasil, que possuíam o controle da Jaguariúna.

Na operação, o capital social da RGE Sul foi aumentado em R$ 63.526.548,02, sem a emissão de novas ações ordinárias, alcançando um capital social de R$ 1.495.084.206,07, dividido em 527.266 ações escriturais sem valor nominal.

Desse montante total, 76,39% pertencem à CPFL Energia e 23,45% ficam com a CPFL Brasil. O restante, correspondente a 815 ações, estão em tesouraria na própria RGE Sul.

Já a reserva de capital da RGE Sul foi aumentada em R$ 201,683 milhões, relacionados ao ajuste positivo a valores justos dos ativos líquidos.