Resultado da Petrobras em 9 meses é muito positivo, diz Parente

A estatal brasileira lucrou R$ 5 bilhões de janeiro até setembro; o fluxo de caixa livre está positivo por dez trimestres consecutivos

Rio – O presidente da Petrobras, Pedro Parente, avaliou como positivo o resultado da empresa em nove meses, quando a empresa lucrou R$ 5 bilhões.

Ao iniciar a coletiva de detalhamento do resultado financeiro, o presidente da estatal destacou avanços realizados no período.

Entre eles, ressaltou as métricas de segurança, que foram atingidas. Mas destacou que essas métricas serão revistas com o lançamento do novo planejamento estratégico.

Ele ainda destacou o fluxo de caixa livre positivo por dez trimestres consecutivos, que chegou a R$ 37,45 bilhões em nove meses, 26% superior à marca de igual período do ano anterior.

Parente também ressaltou o aumento da produção no Brasil, de 2,7%. Incluindo a atividade em outros países, a produção média em nove meses foi de 2,77 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d).

As vendas de derivados no Brasil, de 1,95 milhão de barris por dia (bpd), caíram 6% em relação aos primeiros nove meses de 2016.

A exportação de petróleo e derivados subiu 39% e a importação caiu 19%, na comparação acumulada no ano. O saldo líquido foi de 385 mil bpd.

Investimentos

Os investimentos da Petrobras totalizaram R$ 10,435 bilhões no terceiro trimestre deste ano, o que representa um recuo de 14,88% ante igual intervalo de 2016 e de 9% em relação aos desembolsos do segundo trimestre.

A maior parte dos investimentos foi direcionada à área de Exploração e Produção (E&P), que recebeu R$ 8,543 bilhões.

Na sequência, apareceram os setores de Abastecimento, com aporte de R$ 1,124 bilhão, Gás & Energia, com R$ 578 milhões, Distribuição, com R$ 82 milhões, Biocombustível, com R$ 17 milhões, e Corporativo, com R$ 91 milhões.