Restrição a armas não impedirá oferta da Taurus por Freedom

Analistas do setor apostam que as propostas do governo americano de restringir a venda de armas não diminuirão a demanda no maior mercado consumidor do produto no mundo

São Paulo – A fabricante de armas Forjas Taurus SA está despontando como uma possível interessada no americano Freedom Group Inc.

Analistas do setor apostam que as propostas do governo americano de restringir a venda de armas de fogo não diminuirão a demanda no maior mercado consumidor do produto no mundo.

A Taurus, que em 2012 comprou o fabricante de revólveres norte-americano Heritage Manufacturing Inc., seria uma boa candidata à compra do Freedom Group, disseram analistas da Coinvalores e da Wedbush Morgan Securities.

A empresa com sede em Porto Alegre, que em novembro disse que estava “analisando possibilidades de aquisições” para 2013, se negou a comentar sobre as especulações em torno de uma oferta.

Comprar o Freedom da Cerberus Capital Management LP pode ser uma aposta arriscada depois do pacote de reformas apresentado ontem pelo presidente Barack Obama, em reação ao ataque à escola de ensino fundamental de Newtown, em Connecticut.

Embora se diga que a Cerberus está disposta a dar um desconto na venda do ativo, a proposta de Obama de limitar as vendas de armamentos e munição pode reduzir a receita no já deficitário Freedom Group.

“Apesar das recentes tragédias, eles ainda olham com bastante otimismo para lá”, disse Bruno Piagentini Caloni, analista da Coinvalores, com sede em São Paulo, em entrevista por telefone. “Uma das estratégias de crescimento da empresa vem sendo através de aquisições de empresas de pequeno porte que já têm tradição no mercado norte-americano.”