Repsol vende parte de ativos de gás natural liquefeito

A Shell pagará US$ 4,4 bilhões à vista pelos ativos e assumir US$ 2,3 bilhões em passivos financeiros

Madri – A companhia espanhola Repsol vai vender parte de seus ativos de gás natural liquefeito (GNL) para a Royal Dutch Shell por US$ 6,7 bilhões, aumentando a exposição da Shell ao GNL e ajudando a empresa a reduzir seu pesado endividamento, informaram nesta terça-feira as duas companhias.

A Shell vai pagar US$ 4,4 bilhões à vista e assumir US$ 2,3 bilhões em passivos financeiros em troca de um pacote de ativos que excluiria o terminal canadense de importação de GLN que a Repsol tinha colocado originalmente à venda. As instalações da companhia espanhola no Peru e em Trinidad e Tobago, junto com o terminal de importação de GLN da Espanha, continuam fazendo parte do acordo. A expectativa é que a operação seja concluída no fim deste ano ou no começo de 2014.

Segundo a Repsol, a venda irá gerar um ganho de capital antes dos impostos de US$ 3,5 bilhões. As informações são da Dow Jones.