Refinaria da Petrobras permanece bloqueada em SP

Refinaria de Paulínia está bloqueada por caminhoneiros que paralisam pontos da Rodovia SP-332

Caminhoneiros paralisam pontos da Rodovia SP-332 nos dois sentidos entre os quilômetros 132 a 135 que liga Campinas a Paulínia, impedindo a saída de caminhões de combustível da Refinaria de Paulinia (Replan) da Petrobras. A concessionária Rota das Bandeiras, que administra a rodovia, informou que a Polícia Militar Rodoviária está no local negociando o desbloqueio desde as 9h30 de hoje.

No nono dia de greve dos caminhoneiros, a Rodovia Régis Bittencourt (que liga São Paulo ao estados do Sul) segue paralisada nos trechos dos municípios de Embu das Artes (km 280) e Campinha Grande do Sul (km 68). Manifestantes bloqueiam, parcialmente, a pista no trecho de Miracatu (km 384), segundo a concessionária Arteris.

A Rodovia Presidente Dutra (que liga São Paulo ao Rio de Janeiro) registra manifestação apenas em canteiros e postos de serviço sem causar lentidão no tráfego de veículos.

A Rodovia Anhanguera (que liga a capital ao interior de São Paulo) apresenta manifestação na região de Limeira (km 148), somente com ocupação dos canteiros laterais sem interferência na via. A Rodovia Bandeirantes não apresenta pontos de bloqueio, segundo a concessionária Autoban (Autopistas Bandeirantes e Anhangüera).

A Rodovia Anchienta, ligação da Capital ao litoral, apresenta manifestação, sem bloqueio de pistas, na manhã de hoje entre os quilômetros 23 e 25 na altura do município de São Bernardo do Campo.

Porto de Santos

O Porto de Santos (principal porto de escoamento de produtos do país) registra o nono dia seguido de paralisação por parte dos caminhoneiros. A concessionária Ecovias informou que a manifestação não interfere no fluxo de automóveis.