Rappi muda as regras do jogo para o Carrefour – e o varejo brasileiro

Com a parceria com o app de delivery, o Carrefour criou um serviço de entrega de bebidas geladas 24 horas por dia

A parceria da Rappi com o Carrefour é recente, mas a startup laranja das entregas já transformou o negócio da varejista. Presente em 13 cidades, a parceria foi firmada no começo do ano. Para facilitar o delivery, o Carrefour está criando novos serviços e alterando a configuração de algumas de suas lojas.

Como consequência, vê as vendas pelo comércio eletrônico se multiplicarem. O comércio eletrônico, pela Rappi, site ou aplicativo, cresceu 84% em vendas no primeiro trimestre do ano.

O mix de produtos mais vendidos pelo aplicativo é diferente, então as lojas físicas estão passando por mudanças para facilitar o trabalho dos entregadores.

Um exemplo de mudança é a criação da entrega de bebidas geladas 24 horas por dia. As entregas são feitas a partir de uma unidade Express, o formato de proximidade da rede, em São Paulo. Há diversas geladeiras no local, com as principais cervejas do mercado, além de água e refrigerante. “Percebemos uma demanda muito grande por essa categoria”, afirmou Paula Cardoso, diretora do Carrefour eBusiness, em teleconferência com a imprensa para apresentação dos resultados.

Além de aumentar as vendas, a parceria com o app de entrega traz novos clientes à varejista. Cerca de 40% de quem compra pelo app é um consumidor novo para o Carrefour.

O comércio eletrônico é a divisão que mais cresce dentro da companhia, que além das lojas Carrefour ainda é dona do atacarejo Atacadão. Claro, também é hoje a menor divisão. Representa 11% do faturamento total da companhia, contra 6% há um ano.

“Vamos continuar investindo o necessário para ser líder no e-commerce de supermercados. As vendas do segmento alimentar acabaram de começar, ainda é um jogo que precisa ganhar escala”, disse Cardoso.

Veja também

Ainda que seja relevante, a parceria com a Rappi não é a única iniciativa do grupo para impulsionar o comércio eletrônico. A empresa também está cadastrando mais vendedores no seu marketplace, que já tem mais de 2 mil sellers e 1,9 milhão de itens diferentes. O marketplace cresceu 332% no ano e representa 23% das vendas totais, contra 10% há um ano.

Além disso, há 13 supermercados com a modalidade Retire de Carro em operação. Mais que acelerar as vendas online, a modalidade de clique e retire também impulsiona as vendas das lojas físicas. Cerca de 32% das entregas resultam em uma compra adicional.

Segundo Noël Prioux, CEO do Carrefour Brasil, quanto mais canais de contato com o consumidor, melhor. Quando um cliente compra em mais de um canal, gasta 30% a mais com o Carrefour e deixa de buscar o concorrente, diz.

No entanto, o concorrente não está parado. O Grupo Pão de Açúcar irá expandir o serviço James Delivery, aplicativo de entrega de tudo, para São Paulo. A startup, que até então atuava apenas em Curitiba, foi adquirida pelo grupo em dezembro para fazer entregas em até uma hora de itens urgentes para as lojas do Pão de Açúcar e Extra, bem como de produtos de restaurantes e drogarias.

Além disso, o marketplace de serviços GetNinjas é mais nova entrada do Grupo Pão de Açúcar no relacionamento com startups. Os aplicativos, lojas virtuais e supermercados das bandeiras Extra e Pão de Açúcar oferecerão aos consumidores a contratação de serviços e o registro como prestador de atividades, por meio de uma integração com a plataforma da GetNinjas.

Não há mais dúvidas: a expansão dos aplicativos chegou para transformar as gigantes tradicionais do varejo.