Raízen e Wilmar se associam para criar gigante açucareiro

A nova entidade batizada de Raw (Raizen And Wilmar Sugar), será um dos maiores exportadores de açúcar do mundo, com 4,5 milhões de toneladas por ano

O grupo de negócios de matérias-primas agrícolas de Cingapura Wilmar anunciou nesta terça-feira a formação de uma sociedade comum paritária com o maior grupo de açúcar do mundo, o brasileiro Raízen.

A nova entidade batizada de Raw (Raizen And Wilmar Sugar), será um dos maiores exportadores de açúcar do mundo, com 4,5 milhões de toneladas por ano, das quais 3 milhões corresponderão a açúcar de qualidade (VHP, very high polarization) produzida pela Raízen no Brasil, disse Wilmar em comunicado.

A Raw ficará baseada em Cingapura e tratará essencialmente o açúcar do Brasil, com uma filial com sede em São Paulo.

A Raízen produz cerca de 2 bilhões de litros de etanol por ano, 4,5 milhões de toneladas de açúcar, e tem a capacidade de produzir 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana de açúcar.

Wilmar é um gigante mundial do “agro-business”, baseado em Cingapura, que emprega 92.000 pessoas no mundo, especialmente na Ásia.