Quênia vai eliminar US$375 mi em dívidas de usinas de açúcar

Medida visa abrir caminho para a privatização dessas companhias e torná-las atrativas paras os investidores

Nairóbi – O governo do Quênia vai eliminar 39,7 bilhões de xelins (aproximadamente US$ 375 milhões) em dívidas que as usinas de cana de açúcar devem ao Fundo de Desenvolvimento do Açúcar, segundo informou o presidente Uhuru Kenyatta. A medida visa abrir caminho para a privatização dessas companhias e torná-las atrativas paras os investidores.

As cinco usinas estatais têm uma dívida combinada de US$ 500 milhões. Segundo o presidente, o governo vai continuar fazendo “todo o possível” para ajudar o setor a se reerguer e melhorar a qualidade de vida da população. “Em troca, eu espero ver responsabilidade e diligência daqueles que trabalham nessas usinas”, comentou.

O Quênia produz cerca de metade das 800 mil toneladas de açúcar que consume por ano, sendo o restante comprado por meio de um sistema de quotas organizado pelo Mercado Comum para o Leste e Sul da África. Fonte: Dow Jones Newswires.