Quem é Eduardo Navarro, novo presidente da Telefônica Vivo

Ele ingressou na Telefônica em 1999, em um momento em que a empresa realizou diversas fusões e aquisições no Brasil

São Paulo – Algumas semanas antes do previsto, Eduardo Navarro assumiu hoje, 17, a presidência da Telefônica Vivo no Brasil. Ele já havia sido indicado como o sucessor de Amos Genish em outubro desse ano e deveria assumir em janeiro de 2017, mas a mudança foi antecipada.

Após 19 meses no cargo, Amos Genish deixará o cargo de presidente e CEO da Telefônica Vivo.

Genish entrou na Telefônica quando a GVT, companhia fundada por ele e um grupo de investidores e que pertencia à francesa Vivendi, foi adquirida pela Vivo. A operação, feita em agosto de 2014 por R$ 22 bilhões, consolidou a operadora espanhola como líder do setor no Brasil.

Em maio de 2015, Genish foi indicado como presidente do grupo para integrar as duas companhias, promover sinergias e melhorar o seu balanço. Para isso, ficaria no máximo 2 anos no cargo. A meta foi cumprida antes do prazo. Nesse período, a Telefônica Vivo já economizou mais de R$ 25 bilhões em cortes de custos.

Segundo a Telefônica, “Genish levou a Telefônica Brasil a solidificar a sua liderança de mercado e a superar o mercado em métricas financeiras e operacionais”. O executivo afirmou que deixou a companhia por razões pessoais e se manterá como conselheiro do Comitê de Estratégia.

Biografia

Formado em Engenharia Metalúrgica pela Universidade Federal de Minas Gerais, Eduardo Navarro começou sua carreira como engenheiro na indústria siderúrgica brasileira com o Grupo ARBED, produtor de ferro e aço de Luxemburgo.

Em seguida, foi consultor da McKinsey & Company, com foco em projetos de Infraestrutura e Telecomunicações na América Latina, Europa e África.

Em 1999, ingressou na Telefônica, em um momento em que a empresa realizou diversas fusões e aquisições no Brasil.

Durante 17 anos na Telefónica, ele ocupou várias posições, como vice-presidente de Estratégia Corporativa e Assuntos Regulatórios da Telefônica Brasil, diretor de Planejamento Estratégico e Assuntos Regulatórios para a Telefónica Internacional e diretor de Estratégia e Alianças para o Grupo Telefónica.

Navarro era diretor comercial da divisão digital da companhia (Chief Chief Commercial Digital Officer, CCDO) da Telefônica AS. desde 2012. Em junho deste ano, assumiu a presidência do Conselho da Telefônica Brasil.

Segundo a Telefônica, como CCDO ele era responsável pelo crescimento da receita global. Também era sua responsabilidade levar os segmentos empresarial e de consumo para uma realidade cada vez mais digital.

Em comunicado, Eduardo Navarro, disse que, “da sede da Telefónica, em Madri, e como Chairman da Telefônica Brasil, acompanho o dia a dia das operações no país e fico impressionado com a forte atuação e transformação da Telefônica Brasil. Estou entusiasmado com as oportunidades à frente e muito confiante que, em conjunto com a excelente equipe de gestão da Telefônica Brasil, vamos continuar construindo as bases fortes da companhia”.