Qantas anula pedido de 35 aviões Boeing 787

A decisão representa um corte de 8,5 bilhões de dólares nos gastos da empresa

Sydney – A companhia australiana Qantas Airways anulou nesta quinta-feira um pedido de 35 aviões Boeing 787, após registrar um forte prejuízo.

A decisão representa um corte de 8,5 bilhões de dólares nos gastos com investimentos da empresa aérea.

“Qantas segue praticando uma gestão disciplinada do capital com a perspectiva de fazer com que a Qantas International volte a ser lucrativa. É uma decisão prudente”, declarou seu diretor-geral, Alan Joyce.

A companhia anunciou na quinta-feira um prejuízo anual de 256 milhões de dólares devido aos altos preços dos combustíveis e à concorrência internacional.

No ano passado, a Quantas obteve um lucro líquido de 262 milhões de dólares.

A decisão não envolve a entrega de 15 aviões Boeing 787 à filial Jetstar, com o primeiro aparelho chegando no segundo semestre de 2012.