Promotores pedem 12 anos de prisão para herdeiro da Samsung

Jay Y. Lee, de 49 anos e herdeiro de um dos maiores impérios corporativos do mundo, está preso desde fevereiro por acusações de corrupção

Seul – Promotores da Coreia do Sul pediram nesta quarta-feira uma pena de prisão de 12 anos para o vice-presidente do conselho de administração da Samsung Electronics, Jay Y. Lee, em apelação, depois que um tribunal inferior o condenou a cinco anos em agosto por suborno em um caso que abalou o país.

A Alta Corte de Seul deve julgar o caso no final de janeiro. Lee, de 49 anos e herdeiro de um dos maiores impérios corporativos do mundo, está preso desde fevereiro por acusações de corrupção.

Mais informações em instantes.