Programa Amigo da Avianca deve se tornar empresa independente

A separação não incluirá qualquer mudança societária

São Paulo – O programa de fidelidade Amigo, da Avianca Brasil, deve se tornar uma empresa independente ainda este ano, indicou o presidente da aérea, Frederico Pedreira. A separação não incluirá qualquer mudança societária. “A empresa será 100% grupo Synergy”, disse. Segundo ele, a separação ocorrerá apenas para dar mais liberdade para o programa, que poderia ser mais agressivo em sua estratégia e buscar novas parcerias.

Independentemente deste movimento, o executivo anunciou que a Avianca Brasil passará a disponibilizar todos os assentos, de todos os seus voos, aos participantes do programa Amigo. Segundo Pedreira, atualmente 15% das rotas da companhia já atuam assim e a ideia é alcançar os 100% nos próximos meses, inclusive para passagens em promoção. “Todos reservam parte para trocar por pontos (…) Mas vamos oferecer sempre, a qualquer tarifa, o cliente vai poder comprar, em dinheiro ou em pontos, até o ultimo assento disponível”, disse, durante evento de divulgação da nova campanha publicitária da Avianca.

Questionado sobre a fusão entre a Avianca Brasil e a colombiana Avianca Holding, também pertencente ao grupo Synergy, Pedreira afirmou que as negociações seguem em andamento. Ele evitou, porém, dar um prazo para a efetivação, inicialmente indicada para ocorrer ainda este ano.