Produtores brasileiros limitam vendas de soja; preços sobem

Os produtores brasileiros de soja continuam atraídos a negócios mais longos por possibilidades de haver novas perdas na safra norte-americana, avaliou o Cepea

São Paulo – Os produtores brasileiros de soja continuam retraídos para novos negócios de curto prazo, atraídos a negócios mais longos por possibilidades de haver novas perdas na safra norte-americana, avaliou o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) nesta sexta-feira.

Segundo a entidade, além da aposta dos agentes do Brasil em cotações mais elevadas no segundo semestre do ano que dependerá de principalmente da safra americana, os preços ainda se apoiam nos problemas nos portos no país.

No mercado físico brasileiro, na última semana, o indicador ESALQ/BM&FBovespa, referência para o produto transferido para armazéns no porto de Paranaguá, subiu 2,6 %, com média de 61,26 reais por saca de 60 kg na quinta-feira, o maior valor desde 1º de abril.