Presidente do Wells Fargo se aposenta após escândalo

Stumpf, de 63 anos, que oficialmente se aposentou, será substituído por Timothy Sloan, seu número dois, indicou a instituição

O banco americano Wells Fargo anunciou nesta quarta-feira a partida imediata de seu presidente-executivo John Stumpf, após o escândalo das contas fictícias abertas sem o conhecimento de seus clientes e que sacode a instituição desde setembro.

Stumpf, de 63 anos, que oficialmente se aposentou, será substituído por Timothy Sloan, seu número dois, indicou a instituição californiana que concede crédito imobiliário de cinco anos nos Estados Unidos e está entre os quatro maiores bancos do país.

Cerca de 5.300 funcionários do banco foram demitidos no início de setembro em relação a este caso.

Os desvios, iniciados em 2011 e que se estenderam por cinco anos, faziam com que alguns assessores de clientes alcançassem objetivos comerciais e ganhassem prêmios em dinheiro, disse a Agência americana de Proteção aos Consumidores de Serviços Financeiros (CFPB).