Shell pode perder operação do campo gato do mato, diz PPSA

Caso governo opte por unitizar campo Gato do Mato, pelo sistema de partilha, a Shell perderá a operação da área, disse consultor jurídico da PPSA

Rio – O consultor jurídico da Pré-sal Petróleo S/A (PPSA), Olavo Bentes, afirmou que, caso o governo opte por unitizar o campo Gato do Mato, na Bacia de Campos, pelo sistema de partilha, a Shell perderá a operação da área, que passará a ser ocupada pela Petrobras.

A unitização diz respeito à produção em uma área contínua àquela já concedida a uma petroleira.

Como no caso de Gato do Mato a unitização ocorreria no pré-sal e todo pré-sal, por lei, pertence à União, criou-se uma definição sobre o futuro da produção na área.

Essa definição caberá ao Conselho Nacional de Política Energética (CNPE).

“Nesse momento, não há nada que indique isso (que a Petrobras assumirá a operação). É uma decisão governamental. Prevalecerá o que for melhor ou pior, economicamente, para a União”, afirmou Bentes, após palestra na feira e conferência Rio Oil&Gas.