Por que a Natura lucrou menos no último trimestre

Investimentos pesados em marketing e a alta da produtividade de consultoras não foram suficientes para que lucro da Natura fosse maior do que no 1º tri de 2013

São Paulo –  A Natura sofreu uma queda no lucro neste começo de ano, mesmo contando com o lançamento forte da linha “Tododia” e um aumento nas vendas das consultoras. 

A companhia registrou uma baque de 6% no lucro líquido (117,2 milhões de reais) em relação ao mesmo trimestre do ano passado. O valor, no período de 2013, foi considerado um retrocesso, justificado pelo crescimento mais lento nas vendas.

A queda desse primeiro trimestre de 2014 foi causada por 2 fatores, segundo Roberto Pedote, vice-presidente de Finanças, Relações com Investidores e Jurídico da Natura.

As despesas da companhia tiveram um aumento de 34,3% por dois motivos principais: a depreciação da companhia e a amortização dos gastos.

Essas duas causas, segundo a Natura, estão relacionadas às áreas de tecnologia da informação, logística e capacidade produtiva.

Sobre gastos em tecnologia de informação, o principal motivo apontado foi a expansão da Rede Natura, um investimento já anunciado no trimestre passado, que está sendo desenvolvido em Campinas, interior de São Paulo.

Para Pedote, a rede está apresentando resultados positivos.

Na área de logística, Roberto Pedote planeja que a empresa poderá reduzir as despesas com a cobertura de estoque, uma vez que países como Colômbia, Argentina e México já têm centros de produção local.


Outro plano é melhorar o prazo com os fornecedores, algo que, segundo o vice-presidente, já foi notado um avanço nesse trimestre.

marketing robusto (que inclui, por exemplo, a novela das 20h da Rede Globo) não ajudou a empresa a lucrar mais, ainda que a receita líquida tenha aumentado em 9,1% no Brasil, em comparação anual.

Outro dado positivo apontado pela empresa foi o aumento de produtividade das consultoras (8,2%), relacionado à inclusão de novos meios de pagamento.

Planos 

A Natura pretende investir 500 milhões de reais nesse ano, inferior aos 553,9 milhões investidos de 2013.

Essa redução é explicada porque, segundo a empresa, o ano passado teve grandes investimentos em infraestrutura, especialmente no Ecoparque e na fábrica, em Cajamar (SP).

Roberto Pedote também afirma que, em 2014, o investimento será constante ao longo do ano.