Por que 2013 vai ser o ano dos caminhões para a Ford

Montadora espera recuperar quedas nas vendas neste ano e promete, pelo menos, meia dúzia de lançamentos

São Paulo – Enquanto, no segmento de carros, a Ford trouxe três grandes lançamentos para o Brasil e aumentou em 4% o volume de vendas neste ano, o setor de caminhões da andou de lado e a montadora não conseguiu segurar a queda nas vendas.

Em 2012, a Ford vendeu cerca de 138.000 unidades, segundo Osvaldo Jardim, diretor do segmento de caminhões da companhia. O montante representa uma queda de quase 20.000 unidades que as vendas somadas pela Ford, em 2010.

“Mas vamos recuperar esses números. Para o próximo ano, esperamos vender cerca de 150.000 caminhões. Não é o mesmo patamar de 2010, mas já vamos voltar a crescer”, afirmou o executivo, em almoço com a imprensa, nesta quarta-feira.

Manter posição

De acordo com Jardim, para o ano, é esperada pelo menos meia dúzia de novos caminhões, e um novo modelo, no segmento extra-pesado, será apresentado pela companhia ainda no primeiro semestre do ano.

“Neste ano, fizemos muita coisa no braço de automóveis. Para o próximo, vamos apresentar muitas novidades para caminhões”, afirmou Steven Armstrong, presidente da montadora, no Brasil, à imprensa.

De acordo com dados do setor, a Ford Caminhões perdeu aproximadamente 2% do mercado com a queda nas vendas neste ano. “Mas não perdemos posição nesse mercado”, afirmou Jardim