Por engano, CFO do Twitter diz que empresa vai comprar outra

Ironicamente, o executivo divulgou em seu tuíter parte de uma conversa com deveria ser privada sobre uma empresa que deverá ser comprada até o fim do ano

São Paulo – Quando um boato sobre uma possível aquisição de empresa cai no mercado, nunca se sabe quem o espalhou nem por que. Mas quando o boato é espalhado por engano pelo próprio CFO da empresa, a coisa soa até engraçada.

Ontem, o diretor financeiro do Twitter, Anthony Noto, twittou acidentalmente o que deveria ter sido uma mensagem direta – e secreta – dele para outra pessoa.

Nela, ele comentava: “Eu ainda acho que devemos comprá-los. Eles estão programados para serem vendidos em 15 -16 de dezembro. Eu tenho um plano”.

A mensagem já foi excluída do Twitter do executivo, logo que a informação caiu na mídia. 

As especulações do mercado seguem, desde então, a todo vapor. Os comentários tentam desvendar qual seria o alvo do Twitter nos próximos dias, de acordo com os últimos passos da companhia. 

Uma das possibilidades mais comentadas é a da empresa estar se preparando para comprar o Mic News, um site de notícias gerais voltado para antigos leitores.

Noto acompanhou recentemente um grupo de pessoas que trabalham no site. A informação, reunida com a necessidade do Twitter simplificar a plataforma, acabaram levando o mercado a crer que esse seria o alvo.

Apenas neste ano, o Twitter comprou quatro empresas. A mais recente foi a Mitro, que permite a reunião de senhas de controle de várias pessoas em uma só conta.

Veja, a seguir, alguns tuítes sobre o desdobramento da mensagem divulgada por engano na rede social.