Por dentro do novo escritório do LinkedIn, em São Paulo

Ambiente reflete práticas da empresa, que tem horários flexíveis e áreas para descontração

São Paulo – À primeira vista, o novo escritório do LinkedIn, pode parecer vazio. O fato é que nem todos os 53 colaboradores da companhia estão lá ao mesmo tempo: eles têm horários flexíveis e podem trabalhar de casa. Na sede, que fica em Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo, muita coisa reflete o conceito de flexibilidade: as mesas são de altura ajustável, vários objetos são móveis e há até espaço que vira área de coffee break, ginástica e reunião, dependendo da necessidade. "A ideia é aliar o escritório ao estilo de vida de cada funcionário, para que ele não se sinta obrigado e sim queira vir trabalhar", diz Alexandre Ullmann, líder de recursos humanos do LinkedIn.