Polícia espanhola faz busca em sedes de maior banco chinês

A investigação feita pela polícia e agência tributária espanholas e pela Europol investiga fundos detidos por um grupo criminoso agindo na Espanha

Madri – A polícia espanhola fez uma busca nos escritórios de Madri do maior banco chinês, o Banco Industrial e Comercial da China (ICBC, na sigla em inglês), nesta quarta-feira, como parte de uma investigação sobre um suposto caso de lavagem de dinheiro, disse o ministério do Interior espanhol.

A investigação feita pela polícia e agência tributária espanholas e pela Europol investiga fundos detidos por um grupo criminoso agindo na Espanha, que teriam passado pelo banco e transferidos para a China, de acordo com o ministério.

Deve haver prisões como parte da operação, disse uma fonte próxima da investigação.

Um porta-voz da sede do ICBC em Pequim se recusou a comentar.

A polícia espanhola, investigando fraude tributária de bens importados da China em uma operação em maio do ano passado, conhecida como “Operação Cobra”, desmantelou um grupo que descobriu-se ter lavado ao menos 40 milhões de euros através do ICBC, disse o ministério.