Philips cancela venda de negócio de entretenimento

Episódio é um contratempo para o plano da Philips de sair do negócio de eletrônicos para consumidor e se concentrar mais em áreas lucrativas

Amsterdã – A Philips, o grupo holandês de saúde, iluminação e eletrodomésticos, cancelou a venda de seu negócio de áudio e vídeo para a japonesa Funai Electric devido a uma quebra de contrato e buscará um novo comprador.

O episódio é um contratempo para o plano da Philips de sair do negócio de eletrônicos para consumidor e se concentrar mais nas áreas lucrativas de eletrodomésticos e de saúde.

A Philips já havia separado seu combalido negócio de TVs ao montar uma joint venture com a TPV de Hong Kong em 2012. O acordo com a Funai Electric tinha o objetivo de concluir a saída de entretenimento doméstico.

A Philips, que anunciou a venda por 150 milhões de euros (207 milhões de dólares) em janeiro, disse que irá tomar medidas jurídicas contra a Funai para recuperar os prejuízos.