Petrobras vende participação no Campo de Azulão por US$54,5 mi

O valor será pago na data de fechamento da operação, que depende ainda da aprovação pela ANP e pelo Cade

São Paulo – A Petrobras assinou contrato com a Eneva para cessão de totalidade de sua participação no Campo Azulão, localizado na Bacia do Amazonas, por 54,5 milhões de dólares, informou a estatal em fato relevante nesta quarta-feira.

A transação faz parte do programa de desinvestimentos e está alinhada à política da estatal de priorizar investimentos “em ativos com maior potencial de geração operacional no curto prazo e com maior possibilidade de otimização de capital e de ganhos de escala”, disse a Petrobras.

O valor será pago na data de fechamento da operação, que depende ainda da aprovação pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

O Campo de Azulão, localizado a cerca de 290 km a leste de Manaus e declarado comercial em maio de 2004, “possui volumes recuperáveis de gás natural com potencial para implantação de um projeto integrado, com o escoamento direto do gás natural produzido para abastecimento de uma usina termelétrica”, disse a Eneva em fato relevante.