Petrobras prevê queda no custo de extração no pré-sal

Com a produção de dois novos campos atingindo capacidade máxima, este custo deve ser ainda menor que os níveis atuais

Houston, Texas – O custo médio de extração do petróleo no pré-sal tende a cair, afirmou a diretora da Petrobras, Solange Guedes, em uma palestra nesta terça-feira, 5, na Offshore Technology Conference (OTC).

Com a produção de dois novos campos atingindo capacidade máxima, este custo deve ser ainda menor que os níveis atuais, ressaltou em sua apresentação.

O custo de extração da Petrobras está em US$ 9,00 por barril no pré-sal, citou Solange na apresentação. A média da empresa como um todo é de US$ 14,60. Nas empresas do setor de petróleo e gás, é de US$ 15,00.

A diretora ressaltou que, com a queda dos preços do petróleo no mercado internacional, os preços de serviços e equipamentos precisam ser reavaliados. “Nosso foco será em melhorar nossos resultados”, afirmou.