Petrobras planeja chegar ao fim do ano com dívida de US$ 77 bi

A estatal ressalta que, no terceiro trimestre de 2016, sua dívida líquida era de US$ 100,3 bilhões

Rio – A Petrobras projeta chegar ao fim deste ano com dívida líquida de US$ 77 bilhões, como afirmou em nota na qual divulgou ter recebido o prêmio Corporate Liability Management of the Year (Gestão de Dívidas Corporativas do Ano), concedido pela revista norte-americana LatinFinance, pela oferta de venda, troca e recompra de títulos realizada em setembro de 2017.

A projeção de endividamento líquido está inserida no plano de negócios de 2017 a 2021, divulgada em dezembro, e foi reiterada pela empresa nesta sexta-feira, 23.

A estatal ressalta que, no terceiro trimestre de 2016, sua dívida líquida era de US$ 100,3 bilhões. Em igual período do ano passado, o endividamento caiu para US$ 88,1 bilhões. Os números do fechamento de 2017 serão divulgados em março, com as demonstrações contábeis do exercício.

“A companhia também está conseguindo realizar captações em condições melhores, alongando o perfil da dívida, que saiu de um prazo médio de 7,61 anos (1º trimestre de 2017) para 8,36 anos (3º trimestre) e, ao mesmo tempo, reduziu seu custo médio de 6,2% para 5,9% no mesmo período”, informou a Petrobras em nota.

A empresa reforça ainda a intenção de evitar novas captações, embora analise “continuamente as oportunidades no mercado, dentro de sua estratégia de gestão da dívida”.