Petrobras mais do que dobra exportações em julho

Com a alta, a Petrobras ficou à frente da Vale, que em julho exportou US$ 1,577 bilhão

São Paulo – A Petrobras mais que dobrou as suas exportações no mês de julho, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), divulgados nesta sexta-feira, 22.

No último mês, as vendas externas da petrolífera somaram US$ 1,934 bilhão, alta de 109,3% na comparação com julho do ano passado, explicada, principalmente, pelo crescimento da produção da estatal. Em julho, a média da produção de óleo e LGN da Petrobras foi de 2,49 milhões de barris por dia, 2% superior à do mês de junho.

Com a alta, a Petrobras ficou à frente da Vale, que em julho exportou US$ 1,577 bilhão, montante que representa queda de 29,4% ante as vendas realizadas no mesmo mês de 2013.

Já no acumulado dos sete primeiros meses do ano, a Vale segue como maior exportadora do Brasil, com uma receita de US$ 12,833 bilhões. O valor, no entanto, é 10,8% inferior à receita da companhia com vendas externas em igual período do ano passado.

Na mesma base de comparação, as exportações da Petrobras, segunda colocada, acumulam crescimento de 16,5%, para US$ 7,945 bilhões.

Empresas alimentícias e tradings ocuparam da terceira à oitava posição do ranking divulgado pelo MDIC no acumulado do ano.

A Bunge segue em terceiro lugar, apesar da redução de 3,9% das exportações, para US$ 4,325 bilhões. Na quarta colocação, a Cargill exportou US$ 3,266 bilhões de janeiro a julho, alta de 7,8% na comparação com 2013.

As exportações da JBS, quinta colocada, acumulam um crescimento de 41,3%, somando US$ 2,651 bilhões. ADM do Brasil e Louis Dreyfus Commodities Brasil mantiveram a sexta e sétima colocação, respectivamente.

As vendas externas da ADM totalizam USS$ 2,472 bilhões, diminuição de 0,9%, enquanto a Louis Dreyfus exportou US$ 2,448 bilhões, queda de 18,7%. Em oitavo, a BRF faturou US$ 2,437 bilhões com vendas externas ao longo dos sete primeiros meses do ano, valor 19,5% menor na comparação com o mesmo período do ano passado.

O ranking das dez maiores empresas exportadoras conta ainda com Embraer, com exportações de US$ 1,967 bilhão (-1,73%) e Samarco Mineração, com 1,843 bilhão (2,69%).