Petrobras deixará imóvel no Rio até fevereiro, diz BTG

Petrobras pediu rescisão do contrato de locação do edifício Castelo, no centro do Rio de Janeiro

São Paulo – A Petrobras solicitou rescisão do contrato de locação do imóvel edifício Castelo, no centro do Rio de Janeiro.

O contrato de locação possui um aviso prévio de seis meses, de modo que a saída deve ocorrer em 16 de fevereiro do ano que vem, segundo a BTG Pactual DTVM, administradora do Fundo de Investimento Imobiliário Edifício Castelo.

Na data de saída, a estatal deverá arcar com multa rescisória equivalente a quatro alugueis mensais vigentes à época, ainda conforme o contrato, além dos custos de recomposição do imóvel ao mesmo estado do início da locação.

Em dezembro do ano passado, a Petrobras já havia avisado ao fundo intenção de distrato do contrato do imóvel, que fica na Av. Nilo Peçanha, 151.