Petrobras cresce 15% nos nove primeiros meses do ano

No terceiro trimestre, a empresa arrecadou R$ 6,336 bilhões, o que representa um número 26% menor do que em relação ao mesmo período de 2010

Rio de Janeiro – A companhia petrolífera Petrobras anunciou nesta sexta-feira que teve lucro de R$ 28,264 bilhões nos nove primeiros meses do ano, valor 15% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado.

No terceiro trimestre, a empresa arrecadou R$ 6,336 bilhões, o que representa um número 26% menor do que em relação ao mesmo período de 2010.

O diretor financeiro da companhia, Almir Barbassa, explicou em entrevista coletiva que grande parte da queda nas receitas se deveu à desvalorização do real frente ao dólar.

“O câmbio foi o grande redutor do lucro da Petrobras neste trimestre”, disse Barbassa, que calculou que o enfraquecimento da moeda brasileira custou à Petrobras R$ 6,500 bilhões.

O diretor, no entanto, disse que o resultado ainda é positivo. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (ebitda) foi de RS 16,6 bilhões, com alta de 13,1% sobre igual trimestre de 2010

Já a geração de caixa, medida pelo ebitda, atingiu R$ 16,7 bilhões, alta de 3% na comparação com o segundo trimestre de 2011.

A receita de vendas da estatal passou de R$ 54,739 bilhões no terceiro trimestre de 2010 para R$ 64,179 bilhões neste ano, uma expansão de 17%. Em nove meses, a receita acumula R$ 180,448 bilhões – alta de 14%.

Além disso, a produção de hidrocarbonetos chegou a 2.599 bilhões de barris nos três trimestres, crescimento de 1% ante o ano anterior. Parte da melhoria se deve à entrada em operação de novos campos petrolíferos, alguns na área do pré-sal.