Petrobras confirma potencial gigante de Franco

As reservas de toda a área de Franco podem conter cerca de 6 bilhões de barris, disse o presidente da Petrobras em 2010

Rio de Janeiro – A Petrobras concluiu a perfuração do primeiro poço na cessão onerosa e comprovou a existência de reservatório gigante na área exploratória localizada no pré-sal da bacia de Santos.

“Os resultados obtidos comprovaram a extensão dos reservatórios de óleo localizados a noroeste do poço descobridor da área de Franco”, disse a companhia em comunicado nesta quarta-feira.

As reservas de toda a área de Franco podem conter cerca de 6 bilhões de barris, disse o presidente da Petrobras na ocasião da cessão onerosa, em 2010.

Deste total, até 3 bilhões de barris na área de Franco foram cedidos pela União à estatal. O volume restante continua nas mãos da União porque não fizeram parte da cessão onerosa.

Outros dois 2 bilhões de barris distribuídos em outras áreas da mesma região do pré-sal foram cedidos no mesmo processo de capitalização da petroleira brasileira, num total de 5 bilhões de barris neste processo.

Segundo comunicado da Petrobras, a perfuração mostrou ainda que o petróleo é de boa qualidade, de 28 graus API.

“Em seguida será realizado um teste de formação para avaliar a produtividade do poço e a Petrobras dará continuidade às atividades e investimentos previstos no Programa Exploratório Obrigatório (PEO) do contrato de Cessão Onerosa, incluindo também a aquisição de dados sísmicos em 3D na área”, acrescentou a empresa.

Em estimativa preliminar, antes da cessão onerosa, a ANP estimou volume de 4,5 bilhões de barris em Franco.